terça-feira, 29 de setembro de 2009

Aprendendo a ORAR como convem.

POR QUE PRECISO APRENDER A ORAR?

Porque nossa oração precisa ser revista em seu conteúdo.

Oramos de forma que Deus se apresenta como um ídolo, manipulável, e distanciado da dor humana.

Achamos que Deus só responde se eu orar.

Ou seja, Deus responde orações e quem ora, age primeiro e Deus é reativo. Como que Deus só agisse depois que falarmos para Ele.

Entendemos oração somente a gente falando, falando e nada de se calar para ouvirmos Deus. Só quem fala é a gente, não damos espaços para ouvir Deus, ou seja, forma egocêntrica.

Entendemos como uma ação de nossa parte que coloca Deus em movimento. Não é Deus que nos coloca em movimento e sim nós que o colocamos em movimento, ou seja, um deus imóvel, manipulado.

É como que nós é quem está preocupado com o mundo e Ele muito sossegado. Aí a nossa oração chama a atenção de Deus, agiliza Deus, acorda Deus. É como que Deus estivesse desatento, muito ocupado, desinteressado e passivo até que nós o movimentemos com nossas orações, venhamos a acordá-lo.

Isso não é o Deus da Bíblia, não é o que Jesus nos revelou no Novo Testamento.

Hoje percebemos isso constantemente nos cultos e missas de libertação etc...

Aliás, observamos isso em todas as religiões, um deus manipulável pelos homens.

Mas, como entender Deus em nossas orações?

A primeira coisa que eu tenho que entender é que Deus não está imóvel e nem desinteressado.

Deus não depende de nossas orações para fazer algo, Ele faz mesmo que a gente não apele a Ele.

Deus está em movimento, está agindo. Está interessado em fazer alguma coisa. Está bastante comprometido em fazer alguma coisa. Ele mesmo prometeu fazer alguma coisa e vai fazer, quer oremos ou não.

É por isso que devemos orar, porque Deus vai fazer alguma coisa, está interessado e comprometido e Ele quer nos ter como seus cooperadores; Ele quer agir em nós e através de nós. Deus quer nos incluir naquilo que Ele quer fazer.

Na bíblia vemos muitos casos que independente das orações de seus servos iria acontecer.

A gente ver isso no dia de pentecoste; eles não estão pedindo que derrame o ES estão esperando o derramar do ES e isso aconteceria mesmo que eles não estivessem orando. Era uma promessa de Deus e não uma resposta de oração.

É por isso que você ora, é porque o ES vai ser derramado e pode ser que ele seja derramado e você não esteja lá. É por isso que você ora, não é para que Deus faça alguma coisa, mas é porque ele está fazendo alguma coisa e você perceba isso e participe.

Nós oramos não para colocar Deus em ação, Deus em movimento, mas oramos porque Deus quer fazer alguma coisa, prometeu fazer alguma coisa e vai fazer alguma coisa, e nós oramos dizendo: Senhor, quando fizeres faze-o através de mim. Quando o fizeres, faze-o comigo. Quando fizeres conte comigo. Estou disponível, interessado. Quero ser instrumento teu, quero participar do que o Senhor está fazendo.

  • Foi assim com Felipe em atos 8: Deus já estava falando com o etíope através do texto de Isaias e Deus usa o Felipe para batizar aquele homem. Parceria.

Veja agora Atos 9. 10 Ananias e Saulo.

Atos 10.1 Cornélio e Pedro.

Ou seja, DEUS NÃO ESTÁ PARADO! Jesus disse em João 5 que o Pai dele trabalha até hoje e eu trabalho também.

A oração é uma conversa com Deus a respeito do que estamos fazendo juntos.

Sou cooperador com Deus.

Exemplo:

Oração pelos meus filhos: eu querendo ensinar o que Deus pudesse fazer nos meus filhos, como se Deus não estivesse nem aí pros meus filhos, esperando eu me ajoelhar para que ele então me dê a resposta a minha oração.

Era para orarmos assim: Deus. Estou bastante preocupado com meus filhos, e eu sei que o senhor está muito mais interessado em abençoá-los que eu e o seu amor por eles é muito mais perfeito do que o meu.

Eu sei que os teus olhos percebem os meus filhos quando os meus nem alcançam. Eu sei que o senhor conhece o coração de meus filhos muito mais do que eu, eu sei que o senhor quer abençoá-los e redimi-los, eu sei que o senhor está agindo na vida dos meus filhos, como que eu posso cooperar para essa obra que o senhor está fazendo na vida que meus filhos?

Aí eu me calo, e com certeza Deus me dirá que realmente eu não tenho condições de cuidar deles sozinho e que precisa dEle nesse processo.

E ele vai nos usar da melhor maneira possível.

Deus cuida e nem sabemos como, mas está cuidando, temos que descansar nisso. O que precisamos é ser cooperadores.

Esperar que Deus nos mova pois ele está em movimento.

O ES é quem conduz a igreja em atos e não os discípulos que guia. Eles estavam disponíveis.

Qual é a oração? A oração é o que esta igreja estava fazendo, esperando de joelhos o fazer pois Deus está em movimento, disponíveis.

Temos que ter a nossa confiança que Deus está agindo, no controle, está interessado, está trabalhando.

Orar é a grande maneira que temos, de cooperar com Deus.

Quando você se ajoelha, Deus está trabalhando;

Quando você se ajoelha, Deus inclui você entre os trabalhadores;

Quando você se ajoelha, você se compromete com o que Deus está fazendo;

Quando você se ajoelha, percebe o agir de Deus.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Deus é comigo.

Muitas coisas nos agustia.

A humilhação, o desprezo, a solidão, a perda de um ente querido, o remorso, a destruição do casamento

E isso é bem complexo: Abrange uma mente, emoções...

Há muitas outras dores que passamos.

Nesses momentos entenda o seguinte:

Deus caminha conosco, Is 43:1-3; Sl 23:4;

Deus trabalha nessas circunstâncias e tem o poder de mudar tudo. (Gn 50:20; Rm 8:28);

Calma, Deus pode transformar circunstâncias adversas em bençãos (Fp 1:12; Sl 84:5-7);

Mesmo não vendo a vitoria, continue confiando em Deus. Hc 3:17-18

Jó nas cinzas glorica um Deus e diz: O Senhor Deus deu eo Senhor tomou, bendito seja o nome do Senhor.
Paulo e Silas cantam na prisão. Isso impactou os Prisioneiros.
Estêvão mesmo apedrejado, tem um brilho no rosto.
Mesmo Cristo pregado na cruz tem palavras de amor nos lábios.

Deus está no controle de tudo. "Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso Galardão nos céus, porque assim os perseguiram profetas que foram antes de vós "(Mt 5:11-12).

Quem é Deus

Quem é Deus?
Deus é o que foi manifestado em Jesus de Nazaré.O conhecemos e o percebemos nos evangelhos, aliás, temos uma idéia de como Deus seja.Em Jesus Deus é.E em Jesus temos muito sinais de como venha a ser Deus.Bem, Deus não é um carrasco, é bom. Sabe ser paciente e tolerante com todos nós que precisamos de ajuda e sofremos com nossas ambiguidades.Ele ajuda pessoas que nem expressões tem diante da sociedade, mas Ele enxerga gente assim.Ele procura gente que nós nos afastamos e temos até medo de nos misturar.Ele não está nem aí diante da tal sabedoria dos intelectuais, dos pensadores...Ele quer que tenhamos principalmente a sabedoria de uma pessoa que seja boa, humilde, mansa de coração e que venha trazer justiça ao seu meio.Ele faz o que achar melhor e nem precisa consultar os calvinistas e nem os arminianos, ou talvez a turma do teísmo aberto e nem tão pouco os liberais ou os emergentes, sejá lá o que forem...Se ele quiser inetervir Ele intervém, se Ele quiser predestinar, predestina; se quiser voltar atrás,volta; se quiser deixar algo aberto no futuro, deixa; Ele é quem Ele é e ninguém pode se apropriar como dono das ações dEle e ponto final.Deus é o que achar que é, e nós ainda e nunca na terra saberemos como Ele realmente é e age por completo, Ele se revela de varias formas e é livre, pasmem os teologos e pensadores! Deus é livre de todos vocês, que boa noticia essa, aleluias!!!

O caminho do Gtsêmani

O caminho do gtsêmani
O caminho do Getsêmani é o nosso caminho. Por muitas vezes nos encontramos em algum tipo de getsêmani da vida. Aqui estava Jesus angustiado, triste. É o caminho em que sabemos que seremos perseguidos seja pelo que for. Há vários tipos de perseguições: sentimental, emocional, espiritual, existencial, financeira, relacional....Enfim são perseguições que chegam a abalar a gente, angustiar a gente. Esse caminho do Getsêmani é também, o caminho da rejeição, do desprezo, do descaso, e o da solidão. Jesus em sua passagem pela terra, foi desprezado pelos amigos, pela comunidade, por quase todos. É isso que sentimos as vezes. Pessoas que não foram sinceras com a gente; que brincaram, que iludiram a gente. Palavras, meramente palavras e nada mais; seria até melhor se estivessem caladas.Esse caminho é o caminho que percorremos no decorrer de nossa caminhada como gente, como ser. Mas, Jesus nos dá o exemplo de darmos a volta por cima diante de um momento difícil assim.Jesus orou, se humilhou na presença de Deus. Muita gente nesse momento toma decisões vingativas e precipitadas. Mas Jesus manteve a calma, a serenidade. Mansamente, sem agredir ninguém, dobrou os joelhos e angustiou-se. Orou ao Pai, pois só Ele pode gerar forças na fraqueza. Não podia tomar uma decisão egoísta pensando em si mesmo, ele via o todo e a conseqüência geral de seu ato. Jesus guardou seu coração da mágoa. Continuou com seus amigos apesar deles o terem abandonado. Amou-os até o fim. Queridos (as), esse caminho temos que passar, mas é nescessário termos o cuidado para não piorarmos o que já está caótico, com decisões impensadas. A gente acaba magoando e sendo magoado bastante. É um processo corrosivo da alma. Que Deus possa nos dar calma e muita sabedoria em discernir todas as coisas e todos os momentos de nossa vida.

Eita povo complicado!

Eita povo complicado!
Nunca vi como tem tanta gente que complica as coisas a respeito de Jesus.Jesus é muito simples, mas as pessoas gostam de complicar.O que observamos de tantas distorções que fazem sobre Deus, sobre Jesus, é de assustar.Querem ver? Num culto de santa ceia a gente ver mais impressões de preconceito, acepções, exclusões, do que o de inclusão.Ora a ceia de Jesus é lugar que cabe todos e não apenas os membros da tal comunidade, ora, ora.Desde quando Jesus impede de alguém comer e beber lembrando dEle e do próximo?A ceia era para ser santa, ou seja, separada de coisas que estão distanciadas do jeito de Cristo ser e foi.Quem deve avaliar se quer participar ou não são as pessoas e não o clero religioso ou será que eles tem a mente de Deus?Portanto, a ceia é lugar de inclusão, Jesus ceiou com muita gente de jeito diferente.É, até pegou fama de "amigo de publicanos e pecadores".Pensem nisso!

Como oro diz o Deus que eu creio

A nossa oração é bem denunciadora do tipo de relação que temos com Deus.

Nas orações Tem gente que Revelam que seu deus é bem distante, pois insistantemente clama para que ele fique perto, o considera longe demais.

Outros quando um deus insensível Revelam Oram, poder para que as enguias abençoar seus seguidores tem que fazer procissões, campanhas, correntes, jejuns; sacrificios ...

Muitos fraco Tem um deus: pois para atender as suas súplicas, tem que ter intercessores, ou seja, Incapaz deus esse é dele mesmo ouvir e resolver as questões.

Um deus que poder para abençoar: uma pessoa tem que pagar, pagar, sempre fica DEVEDOR dos cofres celestiais.

Um deus preso uma Instituição: enclausurado na placa religiosa las como propriedade dela, aprisionado um deus.

É o tipo de que em Deus: quem ordena são seus sacerdotes, eles determinam quem vai pro céu ou não, quem é santo ou não, quem vai ou Receber ou não.

Um deus estranho, de relação barganhosa, seus adeptos só um vão por ele Interesses pessoais e riquezas.

Mas, existem alguns, que o tem como alguem de carater inabalável, bom, piedoso, misericordioso.

Um Deus que está sempre conosco, apesar de nós, Ele é.
Acompanha um Deus que a gente no percuso da vida com todos os percalços.
Um Deus Decidiu que de antemão nos ter, nos abençoar, amigo nosso ser.
Um que em Deus eu não preciso pagar para ter uma benção dEle em minha vida.
Um Que Deus: antes de eu pedir, Ele já sabe do que preciso e que me ensina a buscar coisas do reino de Deus e sua Justiça.
Um Deus que nos ensina a ser gente e não religioso; um valorizar a vida acima dos dogmas institucionais.
Um que em Deus eu não preciso de intermediadores, já temos uma trindade que trabalha muito bem nesse aspecto da oração.

Bem, Deus tem para todo gosto.